Menu

Blog

O jogo que acaba para todos

Morreu na madrugada deste sábado (04/06/2016) Muhammad Ali, aos 74 anos, nos Estados Unidos. Tido como uma das lendas do esporte mundial, Ali vivenciou o boxe e, através dele influenciou a sociedade americana no que diz respeito à política, social e até religião, além do mundo dos esportes.

Em meio ao racismo de sua época, após ter sido negado em comprar um hambúrguer e um milkshake devido a cor de sua pele, saiu do recinto em questão, e atirou sua medalha de ouro olímpico num rio, algo marcante em sua vida. Com uma vida marcada de pontos relevantes e muita polêmica, Ali deixou muitas lições aos jovens de sua época que o ovacionavam.

Ao trocar de nome e assumir o que carregou até o final de sua vida, Ali não era e nunca foi o significado de seu nome – “Rei do Mundo”.

A morte chega para todos nós e a pergunta que fica neste instante é a mesma feita anos atrás através de uma parábola transcrita por Lucas:

Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Lc 12.20

Muita gente preocupado com o futuro na vida, e esquecendo do futuro quando a vida aqui acabar. A busca incessante pelo TER tem feito com que muitos esqueçam de SER.

Este texto de Lucas nos faz refletir sobre as questões da vida que nos rouba a tranquilidade e a paz, fazendo com que o desespero e foco errado encham o coração humano.

O melhor é pensar no que diz o próprio texto a respeito da segurança em JESUS quando lemos:

“Até os cabelos de sua cabeça estão contatos…”, Deus tem cuidado de seu povo.

Para sua reflexão, continue a leitura agora mesmo:

E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.
Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes.
Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves?
E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura?
Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?
Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.
E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?
Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos.
Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas.
Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Lc 12.22-31

 

Finalmente pensamos: Muhammad Ali viveu 74 anos, alguns viveram mais e outros menos, ele influenciou sua sociedade e o mundo dos esportes, outros, ninguém.

Se esta é a nossa oportunidade única de vivermos aqui e agora, que a façamos da melhor maneira possível – a maneira de Deus, sem nos preocuparmos com as questões desta vida pois Ele mesmo tem dito que cuida de nós, mas vivamos hoje, convictos de nosso futuro celestial, e o amanhã pertence ao Senhor.

O desafio é viver agora, sem deixar de dizer quem de fato é e sempre será o Rei dos Reis.

 

No amor de nosso grande Treinador,

 

Pr. Ricardo Ximenes

MEBI

O que é Ministério de Esportes com Base na Igreja O MEBI é um programa de Atletas em Ação em conjunto...

Saiba Mais