Menu

Blog

Correr é contagioso, revela estudo

run

Se você usa redes sociais e tem amigos que vivem postando fotos ou vídeos correndo, atenção! Você pode ser contagiado! É o que revela pesquisadores do MIT Sloan School of Management, nos Estados Unidos, em um estudo feito com mais de 1 milhão de pessoas durante cinco anos.

Aqueles aplicativos onde corredores publicam a duração, distância, ritmo e calorias de suas corridas foram usados na pesquisa. Foi descoberto que as postagens influenciavam os hábitos de outros. Quem via um amigo alcançar uma marca maior que a sua começava a correr mais quilomêtros, durante mais tempo, gastando mais calorias. A cada 1 km o influenciado corre 300 metros a mais; a cada dez minutos ele soma mais três à sua corrida; a velocidade aumenta em 30% e o gasto calórico é de 3,5 a mais a cada 10 calorias queimadas pelo influenciador.

O motivo disso acontecer a pesquisa não revela, mas é provavelmente por conta de duas coisas. A primeira é a motivação. Ver seu amigo saindo de casa, conseguindo correr determinada distância por um tempo, você pressupõe que também consegue. Foi o que aconteceu comigo. Meu sonho era correr 10 km e só consegui quando vi duas pessoas que eu nunca imaginaria correndo (e foi nas redes sociais), conseguirem correr distâncias maiores que as minhas. Foi o que eu precisava para acreditar que era possível pra mim também. A segunda é a competitividade. O ser humano já nasce com o instinto competitivo e é ele que faz você querer correr mais que aquela pessoa que você considera ser menos apta que você. Me lembro de uma corrida de rua em que eu e meu marido participamos há alguns anos. Estávamos numa subida, já quase caminhando quando passou por nós uma idosa a todo vapor! Meu marido me puxou e disse: “vamos, porque ela não vai passar na nossa frente!”. E subimos bem mais rápido. Alcançá-la  era nosso objetivo!

Se cercar de pessoas que tem bons hábitos é benéfico para si próprio! Mas e você, como tem influenciado as pessoas, tem acrescentado algo de bom na vida delas? Paulo fala à Timoteo: “O que ouviste de mim diante de muitas testemunhas, transmite a homens fiéis e capacitados a fim de que possam igualmente discipular a outros.” 2 Tm 2:2.

Assim, o que temos recebido de bom precisamos transmitir para que outros também recebam. Não importa o meio de comunicação que você irá usar – mensagem, e-mail, telefonema, um café, etc. – mas sim o conteúdo a ser compartilhado. Vamos começar?

Rafaela Firmino

Missionária de Atletas em Ação, com formação em Educação Física pela Puc Minas.

Referência: https://www.nature.com/articles/ncomms14753

MEBI

O que é Ministério de Esportes com Base na Igreja O MEBI é um programa de Atletas em Ação em conjunto...

Saiba Mais